Cyber Humanidades abordou o tema Grafologia. Saiba mais.

2022-06-15


No dia 2 de junho de 2022, o ITESCS trouxe ao Cyber Humanidades uma entrevista sobre o tema “Grafologia: a ciência que traduz personalidade e caráter pela escrita”. A atividade, que ocorre sempre de forma on-line, foi apresentada pelo Vice-presidente do Instituto, Luciano Calchi, com participação da especialista na área há mais de 26 anos, Sandra Santos, além dos profissionais Fabíola Oliveira e Alexandre Magno.
Sandra iniciou o evento detalhando o tema: “A grafologia é a ciência que traduz aspectos da personalidade, do caráter a partir da forma de escrever, do tamanho, do desenho, das dimensões iniciais e finais, das oscilações, enfim, de tudo aquilo que é diferente ou agregador ao modelo caligráfico que a pessoa aprendeu na escola. Essa ciência começou em 1742, na França”. A profissional explicou que, enquanto ferramenta, a grafologia não é realizada de forma intuitiva, ela é um conjunto estruturado de conhecimentos que traduz aspectos importantes da pessoa a partir da análise.
Quando perguntada sobre a padronização de caligrafia (ensinada quando o indivíduo aprende a escrever), Sandra explicou que há traços da escrita de cada indivíduo que são permanentes e outros transitórios, e que os grafólogos sabem observar isso. O que se conta na análise é se é uma letra limpa, clara e legível, sendo esse último item muito importante.
Ela afirma que há atualizações constantes das técnicas de grafologia e que, atualmente, os profissionais estão tendo um outro olhar para essa ciência, em função de as pessoas estarem digitando cada vez mais e escrevendo cada vez menos.

O que sua assinatura diz sobre você?
Sobre a assinatura de cada um, que pode ser desde poucos traços, o nome por extenso ou ainda uma grafia mais complexa, Sandra explica que, na grafologia, ela é a nossa “logo”, nossa marca pessoal, como nos apresentamos para as pessoas. Por exemplo, uma assinatura muito “embolada”, pode transmitir uma questão problemática, pois pode ser traduzido na grafologia como uma característica de que a pessoa tem dificuldades para iniciar projetos. Isso, associado à sua apresentação profissional, por exemplo, pode dar um aspecto negativo.
Sandra explica que, nos cursos ministrados, costuma destacar que para uma análise grafológica, o conteúdo do texto não é o que importa, “Neste trabalho, oriento que não é pra se deter ao texto, não é o que está escrito que analisamos, mas como está escrito, o ‘desenho’ da letra”.

As pessoas mudam, a letra muda?
Por grandes perdas ou grandes ganhos, acontecimentos ocorridos em suas vidas, as pessoas mudam. Isso reflete na sua forma de escrever, que também sofre alterações. Uma questão interessante é que existe o método que busca a forma contrária disso, o indivíduo mudar seu traço para atingir determinada transformação em sua prática do dia a dia. Essa técnica é chamada de Grafoterapia (Edgar Bérrilon, séc. XX).
Sobre a procura pelo serviço, Sandra afirma que tanto empresas, quanto pessoas físicas buscam o serviço de análise grafológica. Um dos resultados mais importantes que ela destaca é o autoconhecimento, uma tomada de consciência, que ajuda para que o indivíduo saiba fazer escolhas, buscar melhorias ou transformações e, muitas vezes, descobrir quais seus pontos fortes, sabendo trabalhar melhor com eles.
No perfil são traçados os seguintes fatores: facilidade ou dificuldade de comunicação, orientação vocacional e profissional; no caso das empresas, para reengenharia e contratação de pessoal. Ela explica que, a partir do resultado gerado pela análise, 15 a 20% são novidade para a pessoa analisada e 80% são fatores dos quais ela já tinha conhecimento.

Quando estamos alterados ou tensos a nossa grafia pode mudar?
A profissional afirma que sim, escrever quando se está calmo ou quando se está tenso acaba afetando a forma de escrita. Porém, um bom grafólogo sabe identificar se é um fator permanente ou transitório, não interferindo na análise. Ela reforça que existe toda uma contagem, um minucioso detalhamento na análise, que permite reconhecer a personalidade mesmo que a pessoa tente burlar, mudando seu tipo de escrita.
No caso das empresas que contratam grafólogos para análise de seus funcionários ou candidatos, a profissional afirma que o resultado da análise grafológica, em forma de áudio, é entregue apenas ao próprio indivíduo analisado, também por questões éticas. Ao contratante, são entregues as informações referentes aos quesitos que ele necessita saber para aquela determinada função ou contratação. “Essa análise completa vai para a pessoa e pode ajudá-la a entender o que pode e precisa melhorar. Além de uma avaliação, é uma revalidação de pontos positivos, em que a pessoa sai com uma ideia positiva daquilo que ela tem como talento e que, eventualmente, ela não enxergou ainda. Em um mundo corporativo de carreira ‘multiuso’, de transições constantes, as pessoas estão tentando ’fazer dar certo’, por isso, é muito importante o autoconhecimento, para que a pessoa possa entender no que realmente ela daria certo, suas potencialidades. Isso ajuda muito”.

No programa foi realizada ainda uma análise grafológica ao vivo, de um texto enviado pela participante e Coordenadora do ITESCS, Feliciana Nogueira.

E como se tornar um grafólogo?
“Um bom grafólogo é aquele que é capaz de “pinçar” na letra aquilo que é primordial de ser dito, nem a mais nem a menos, com gentileza e não julgamento e semear um lado acolhedor, preconizar as boas ideias e transmitir o que é realmente positivo, que possa gerar desafios para a pessoa”, explica a profissional.
Sandra oferece um curso de 20 horas, com duração de dois dias mais duas horas de apoio. Ela explica que o curso é de aplicação grafológica e que o conhecimento é aprimorado pela experiência. A profissional reforça que esta técnica é importante não só para empresas que precisam analisar seus funcionários e candidatos, mas para que qualquer pessoa possa conhecer melhor o ser humano.

Mais informações sobre a técnica e os cursos oferecidos podem ser obtidas com a profissional, pelos contatos:
Telefone / WhatsApp (31) 9108-6256, Instagram @sucessosempreconsultorias e @sandrasantosgrafologia.

Clique aqui para acessar o programa completo.



Você também pode se interessar

Fique por dentro de tudo!