CONHECENDO NOSSOS ASSOCIADOS: TEGMA Gestão Logística e tegUP Ventures

2022-05-25


A entrevista do ITESCS deste mês é com José Carlos de Souza Filho, Gerente de Inovação da Tegma Gestão Logística, empresa associada e mantenedora do ITESCS. 

Em 2020, a Tegma foi reconhecida como uma das empresas que mais fazem inovação com startups do Brasil. Nesse ranking, foi a empresa número 1 no setor de transporte e logística e a número 20 no ranking geral.

A Tegma conta com um braço de inovação aberta e de tecnologia, a tegUP, que tem por objetivo encontrar as melhores startups na área de logística, criando oportunidades que gerem potenciais investimentos, parcerias de negócios e manutenção do programa de desafios. 

Como associada, a empresa tem uma relação mais próxima com o ITESCS, além da possibilidade de participação mais efetiva em suas atividades.

Confira abaixo o nosso bate papo:

ITESCS: Conte um pouco para nós sobre a sua trajetória profissional.

José Carlos S. Filho: Atualmente, sou Gerente de Inovação na Tegma. Tenho mais de vinte anos de experiência na área, no segmento de logística, atuando em diferentes áreas, como faturamento, programação de cargas, rastreamento, qualidade operacional, performance, melhoria contínua e projetos. 

Fale um pouco também sobre a empresa Tegma e a tegUP Ventures e sua atuação.
Desde 1969 no mercado, a Tegma é um dos maiores operadores logísticos do Brasil e uma das poucas empresas do setor listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) na categoria Novo Mercado, o que assegura seu alto nível de governança corporativa e de transparência empresarial.

A companhia é especializada em operações complexas e de alta criticidade para empresas de setores de alto valor agregado, oferecendo uma gama completa de serviços, com foco em logística de veículos e logística integrada.

A Tegma é a maior operadora da América Latina voltada para o transporte de veículos zero-quilômetro, movimentando por ano mais de 750 mil unidades, o que a posiciona como um player estratégico do outbound automotivo.

Com atuação em todo o território nacional, possui 50 filiais estrategicamente localizadas, totalizando 1,7 milhões de metros quadrados de pátios e 65 mil metros quadrados de armazéns. Em suas operações, a companhia gerencia mais de 1.500 equipamentos próprios e de terceiros e emprega cerca de dois mil colaboradores diretos.

Sobre a tegUP Ventures, mais que uma aceleradora de startups, é um braço de inovação aberta e de tecnologia da Tegma. 

Por meio da interação ativa e permanente com o ecossistema de startups, a tegUP busca empresas transformadoras, que ofereçam produtos, serviços e inovação relacionados ao universo da logística digital e dos transportes, que apresentem alto potencial de evolução e necessitem de suporte para acelerar de forma significativa seu crescimento. 

A tegUP é pioneira nesse segmento e conta com uma estrutura completa para auxiliar a startup, não só por meio de investimento direto, mas oferecendo também uma série de benefícios e incentivos para que a empresa alcance o sucesso e alavanque seu crescimento.

Como você conheceu o ITESCS?
Por estarmos inseridos no ABC e eu me interessar pelo tema Tecnologia e Inovação, quando assumi a coordenação da tegUP comecei um trabalho para conhecer o ecossistema à nossa volta. Em pesquisas na internet, soube do trabalho do ITESCS e me identifiquei com a forma como o Instituto lida com o tema.

Há quanto tempo é associado? E mantenedor?
Desde o ingresso da Tegma ao Instituto, acredito que em 2019, já nos tornamos mantenedores, por acreditarmos que dessa forma poderíamos contribuir para que o ITESCS desenvolvesse seu trabalho, que é tão relevante para a nossa região. 

Na sua opinião, qual a importância da tecnologia e da inovação nos dias de hoje?  
Não podemos negar que a tecnologia e a inovação são os pilares do futuro. As empresas estão se tornando cada vez mais digitais e trabalhar no contexto de articular o ecossistema para que todos possam ser agentes dessa transformação é muita responsabilidade e um trabalho bastante complexo, e isso acredito que é a força do ITESCS.

Como você acredita que a atuação do ITESCS pode contribuir para a área de gestão logística? 
Para mim, como mencionei, o ITESCS tem um papel importante de articulador do ecossistema para que todos possam ser agentes dessas mudanças. É um trabalho muito complexo e de grande esforço e o Instituto, ao longo de sua jornada, tem tentado ser protagonista. Entendo que não só a logística pode ser beneficiada, mas todas as áreas que buscam a inovação como um dos pilares para transformarem seu negócio.

Cite a importância e as vantagens que você vê em atuar como mantenedor do Instituto (ITESCS).
Além de contribuir como um facilitador nesse processo, ser um mantenedor nos dá visibilidade e amplia a possibilidade de sermos um agente dessas transformações. Participar de eventos, reuniões ou de qualquer outra atividade promovida pelo Instituto reforça nossa convicção da importância de nos integrarmos a esse ecossistema e fazer parte dessa transformação na nossa região, para que ela possa se desenvolver e ser reconhecida pelo seu grande potencial em inovação e tecnologia.

Clique aqui e saiba mais sobre a Tegma Gestão Logística. Clique aqui e saiba mais sobre a tegUP Ventures.



Você também pode se interessar

Fique por dentro de tudo!