Erros comuns sobre investimentos em TI

2021-11-20


Tempo de leitura: 2 minutos

A busca por mais eficiência, disponibilidade e segurança são metas comuns quando pensamos no objetivo de um investimento em TI. Normalmente esses itens são alcançados, mas existem pontos que precisam ser levados em consideração para potencializá-los ou até mesmo que acabem por desperdiçar recursos e fazendo a estrutura andar para trás. Vamos falar um pouco sobre eles.

ANALISAR PRÉ-REQUISITOS
Um novo software ou uma nova plataforma normalmente traz requisitos necessários para seu bom funcionamento. Muitas vezes essas informações são divididas apresentando o pré-requisito mínimo e o desejado.

O que verificamos na prática, em muitos casos, é que os requisitos mínimos não trazem uma boa experiência de uso, tendo lentidões constantes e até travamentos.

Outra situação comum é atender a situação do momento, mas em um curto espaço de tempo já apresentar incômodos que geram a necessidade de investimentos complementares.

Para começar acelerando o potencial desta nova fase, é interessante olhar direto para os itens recomendados e até confirmar com a empresa fornecedora se tem algum ponto que poderá causar maior impacto positivo.

COMPATIBILIDADE ENTRE O NOVO E O ATUAL
Difícil pensar em um investimento em TI que não tenha que coexistir com outras tecnologias/sistemas já instalados.

Avalie então essas integrações. Elas existem ou será necessário processos manuais adicionais? Seus sistemas atuais têm o suporte disponível e atualizado para elas? Incompatibilidades são mais comuns do que imaginamos.

Muitas vezes você pode estar avaliando mais de uma opção para um investimento e acaba olhando apenas a ponta do projeto. E a melhor decisão costuma estar no conjunto, desde as integrações envolvidas.

Se a intenção de um novo investimento é otimização de processos, será importante essa estruturação.

ENVOLVIMENTO DA EQUIPE
Quais pessoas estão envolvidas na decisão? Avaliar a necessidade de pessoas complementares para ajudar em uma avaliação pode ser muito rico. Desde a escolha da melhor solução, do momento de ser implementada, até na ajuda para o envolvimento dos demais da equipe.

Não digo de ter um grande grupo em todos os momentos. Mas vejo como relevante mapear etapas chaves para agregar com esse olhar.

ESQUECER TREINAMENTO E MATERIAL DE APOIO
Muito bem! Sistemas implementados e integrados! Agora não se esqueça de capacitar toda a equipe envolvida.

Além da capacitação, busque deixar disponível todo material de apoio possível. Como gravações dos treinamentos, de boas práticas, de pontos de atenção.

E programe uma cadência de comunicação reforçando os pontos principais do projeto implementado e o que se deseja com ele. Deixando um canal aberto para dúvidas e sugestões.

Invista bem! Aproveite o melhor da tecnologia para seu negócio! Para seus colaboradores! Novas tecnologias aparecem constantemente. Busque apoio de uma equipe ou empresa que esteja atualizada para ajudar nas melhores decisões.

Nelson Corrêa Leite Júnior
Empresário desde 1997, onde é Co-founder da Ravel Tecnologia, atuando como CEO na coordenação, gestão da liderança e desenvolvimento estratégico. Especializado em Segurança da Informação e soluções em nuvem. Sócio da agência de Marketing Digital Incandescente, com atuação na gestão administrativa, financeira e estratégica. Busca por evoluir o uso da tecnologia aplicada aos negócios e as pessoas, buscando uma visão sistêmica para fomentar e potencializar a inovação e crescimento. Pai de 2 lindos filhos e apreciador de uma boa cerveja.

https://www.linkedin.com/in/nelson-corr%C3%AAa-leite-j%C3%BAnior-337631160/


Você também pode se interessar

Fique por dentro de tudo!