Startups são um grande caminho para a Inovação Aberta

  • 12 de Julho de 2019
  • Blog

Startups são um grande caminho para a Inovação Aberta

Quantas vezes você já ouviu falar que inovação aberta é o melhor caminho para as empresas realmente se destacarem no mercado? Sem dúvida, está é uma afirmação muito válida nos dias atuais.

A questão central, no entanto, é que quando nos debruçamos sobre a temática de inovação aberta e o quanto as empresas estão realmente dispostas a externarem suas dificuldades quanto a este tema ou se continuarem investindo em muitos casos uma montanha de recursos humanos e financeiros em ações que não geram inovação de fato.

Ao longo dos últimos anos, percebemos com êxito a aproximação de grandes empresas de startups. Em muitos casos, não para construir inovação aberta, mas sim entender suas soluções ou ainda em uma outra linha, adquirir alguma participação nestas startups.

Este caminho não se provou o mais frutífero, e dentro do Brasil ou fora daqui observamos uma crescente resistência das startups em fazer negócios com grandes corporações. Por outro lado, como todo relacionamento, alguns ajustes foram recebidos de forma muito interessante e programas de conexão entre startups e empresas começaram a ter escala no Brasil.

Alguns destes programas, mostraram que seria possível construir uma inovação aberta por meio deste modelo. Criando novos produtos ou serviços e ainda trazendo para estas corporações um novo oxigênio com frescor e modernidade.

Agora você empresário que não tem acesso a estes programas, como aproveitará o ecossistema de startup para criar inovação em sua empresa? A jornada que temos percorrido no mundo das startups, nos ensina que muito mais que mergulhar no universo delas é preciso entender o que de fato que uma startup pode ser algo inovador.

Inovação aberta como demanda central

Quando nos debruçamos sobre uma startup, chama a atenção a forma de resolver o problema proposto como produto ou serviço desenvolvido por ela. Entenda que para uma startup real, resolver um problema de verdade é algo essencial. Uma startup nasce da solução inovadora de um problema existente ou a criação de uma demanda a partir de conceitos ou abordagens novas.

Reside neste ponto a maior possibilidade de aprendizado para todos os empreendedores. Imagine poder entender como dezenas de empresas inovadoras estão construindo novas soluções? Entendendo este modelo de solução do problema proposto, percebe-se que há por trás dele um mecanismo de monetização e escala. Nada adianta ser inovador se não é possível ganhar dinheiro com isso. Por outro lado, uma startup real sabe que sem escalar a solução dela não existe.

Lendo com atenção este parágrafo acima, você irá perceber que mais da metade das empresas que se apresentam como startups simplesmente não são. Ou são inovadoras na solução, no modelo de monetização e é claro, são escaláveis ou como já disse, não são startups.

Partindo deste prisma, veja o universo de possibilidades que temos para modernizar nossos negócios, apenas pelo simples fato de compreender como estas empresas estão se apresentando no mundo. Evoluímos então, na lógica de que entender estes modelos de negócios e a estrutura vale como um MBA na construção de novas abordagens em nossas empresas.

Outro ponto que chamo a atenção é o conceito de MVP (Mínimo Produto Viável), amplamente utilizada pelas startups. Em resumo, é o famoso faça rápido, teste, veja a aderência ao cliente e aprenda. Se for necessário, refaça até que seja possível entender o que realmente faz o cliente comprar e continuar comprando.

Finalizo esta reflexão reforçando a necessidade latente que temos de aprender mais com as startups sem ter a necessidade de mudar nossos negócios. Antes de achar que o mundo mudou por completo, entenda que as mudanças acontecem em nós. Desta forma, apenas entenderemos o universo da inovação aberta quando compreendermos que somos parte da inovação e não o centro.

Benício Filho - Conselheiro e Diretor de Empreendedorismo do ITESCS.

 


e-mail: coordenacao@itescs.com.br


(11) 4221-5011


Scroll to Top