Portaria Virtual

  • 14 de Fevereiro de 2019
  • Blog

Portaria Virtual

Ainda tem dúvidas sobre esse tema?

Por: Luiz Schimitd

Não faz muito tempo esse tema pairava no mercado mas muita gente desconfiava se iria funcionar ou não, se as empresas dariam conta de prestar manutenção em tempo hábil, se a internet ficasse fora do ar como ficaria o sistema, se caísse a energia como seria...

Com o passar dos dias, alguns condomínios foram aderindo, levados fortemente por conta da redução de custos claro, e apostaram na ideia, outros condomínios aderiram à ideia, e assim foi indo. Hoje já temos muitos condomínios com essa tecnologia, funcionando normalmente, alguns de forma satisfatória outros precisando de ajustes.

Mas mesmo quando eram portaria física muitas coisas precisavam ser ajustadas também, ou seja, ainda haverá equilíbrio e acomodação desta tecnologia no mercado.

Mas uma coisa é certa, hoje a tecnologia está testada e validada no mercado, já existem diversos projetos diferentes funcionando e chegamos à ponto de ter diversas empresas de boa qualidade disputando propostas em condomínio e a decisão fica agora por conta de atendimento, condições comerciais e afinidade pessoal com a liderança do condomínio.

Também é fato que para implantar exigem diversas reuniões explicativas pois o conhecimento a respeito da tecnologia precisa ser massificado dentro do condomínio para que todos entendam e acreditem no funcionamento, até porque, todos serão afetados pelas mudanças de procedimentos que serão necessárias.

A primeira pergunta à ser respondida é: A troca por Portaria Virtual é uma questão de custo?

Se for CUSTO, com certeza esta tecnologia irá ajudar muito seu condomínio.

Porque digo isso?

Muitos condomínios acreditam que colocando um sistema de portaria virtual/remota todos os problemas do condomínio serão resolvidos, tudo que é relacionado com tecnologia será de responsabilidade da empresa prestadora que virá com a portaria virtual.

Mas... não é bem assim!

O sistema de portaria virtual/remota é: Uma automação de controle de acesso com comunicação e acionamentos remotos

E isto exige que procedimentos de acesso, permissões de acesso, regras de comunicação com a portaria sejam explicadas e adaptadas e com isso, muitas "facilidades" que a portaria humana possui (mas que na verdade não poderia oferecer pois acarreta em riscos trabalhistas para o condomínio) com a virtual não haverá.

Por isso que, se o motivo principal da troca da portaria humana para a física for uma questão de custo e os condôminos estiverem cientes deste motivo, estas mudanças serão mais facilmente aderidas e as fronteiras de trabalho das empresas prestadoras ficam mais claras. Isto é bom para não haver expectativas frustradas em ambos os lados.

Portando, não tenha pânico, na hora de pensar em trocar sua portaria física para portaria virtual/remota, avalie as empresas, veja a melhor tecnologia que cabe para seu condomínio, pesquise no mercado como qualquer outra cotação, pois agora existem várias empresas que já aplicam esta tecnologia, portanto será uma questão de afinidade e qualidade percebida de trabalho.

Boa sorte nas cotações!


e-mail: coordenacao@itescs.com.br


(11) 4221-5011


Scroll to Top